×
MenuLogo Super Squash

Benefícios da Batata para o Squash


Gostou? Compartilhe!


avatar Squashistas
Publicada em 18 Set 2020, por
Squashistas


capa do artigo

Segundo um estudo científico, o consumo de purê de batatas durante prolongados exercícios físicos é funciona tão bem quanto a ingestão de carboidratos em gel para manter o nível de glicose sanguíneo e impulsionar o desempenho de atletas. Logo, os benefícios da batata para o Squash não se resumem apenas à dieta cotidiana. Ou seja, também há bons motivos para consumi-la nos intervalos dos jogos ou treinos.

De acordo com o professor Nicholas Burd, da Universidade de Illinois nos Estados Unidos, responsável pela condução do estudo, “pesquisas já evidenciaram que ingerir carboidratos em gel concentrados durante a prática esportiva prolongada proporciona a disponibilidade de carboidratos durante o exercício e melhora seu desempenho. Nosso estudo teve o objetivo de expandir e diversificar as opções de consumo”.

Segundo os autores do estudo publicado no Journal of Applied Physiology, as “batatas são uma alternativa promissora para atletas porque representam uma fonte de carboidratos natural, de baixo custo e densa nutricionalmente, servindo como uma alternativa de sabor comparada às opções altamente doces dos carboidratos em gel”. Vejamos os detalhes do estudo e os potenciais benefícios da batata para o Squash.

Sobre o Estudo

Os cientistas recrutaram 12 participantes saudáveis e engajados na prática esportiva do ciclismo. A média de treino dos atletas era de 267 quilômetros por semana e todos já pedalavam há anos. Além disso, para poder participar, os ciclistas tiveram que se enquadrar em um determinado nível físico e completar um teste físico de 120 minutos seguido de um desafio de tempo.

Os participantes foram designados aleatoriamente para uma de três condições durante os experimentos: consumir apenas água, consumir carboidratos em gel disponíveis comercialmente ou consumir uma quantidade equivalente de carboidratos obtidos de batatas.

Os pesquisadores padronizaram o que os 12 ciclistas comiam por 24 horas antes de repetir o teste de 120 minutos seguido do desafio de tempo. Isso serviria para replicar condições típicas de corridas. Durante o exercício, a equipe de pesquisa media o nível de glicose sanguínea, a temperatura corporal, a intensidade do exercício, o esvaziamento gástrico e sintomas gastrointestinais. Também foi medida a concentração de ácido lático, um indicador metabólico de intensidade exercício físico.

Resultados

Segundo Nicholas Burd, “não se encontraram diferenças no desempenho dos ciclistas que consumiram batatas ou carboidratos em gel na quantidade recomendada de 60 gramas por hora durante os experimentos. Os dois grupos tiveram um aumento significante de desempenho comparado àqueles que consumiram apenas água”.

A concentração de glicose subiu em quantidade similar entre o grupo que consumiu batata e gel de carboidratos, sendo eles mais rápidos no teste contra o relógio em relação aos que consumiram apenas água. Em termos de batimentos cardíacos, o aumento foi semelhante entre os três grupos.

Os participantes que consumiram batatas tiveram significativamente mais inchaço gastrointestinal, dor e flatulência em relação aos demais grupos, contudo. De acordo com Nicholas Burd, isso pode ser resultado do maior volume de batatas necessário para corresponder ao mesmo nível de glicose disponibilizado pelos carboidratos em gel. Ainda segundo o autor, “apesar disso, o nível médio de sintomas gastrointestinais foram menores que em estudos anteriores, indicando as duas condições de consumo de carboidratos foram bem toleradas pela maioria dos ciclistas”.

Conclusão

Batata é um daqueles alimentos baratos e com muitos benefícios na dieta diária. Claro que não é bom exagerar. Ou seja, se consumida em quantidades e sem uso de fritura, ela pode ser uma grande aliada no desempenho esportivo. Todavia, o quanto e o tipo (se a variante doce, a inglesa etc.) deve ser consumido varia para cada indivíduo. Afinal, o ideal é ter um acompanhamento com um profissional especializado.

Embora o estudo apresentado nesse texto tenha sido realizado com ciclistas, sabemos que a demanda física do nosso esporte também é muito elevada. Por isso, os benefícios da batata para o Squash podem ser identificados por essa ótica de aproximação. Isto é, de acordo com Nicholas Burd “o estudo é uma prova de conceito que sinaliza que atletas podem consumir fontes naturais de carboidratos como alternativa aos produtos comerciais para diversificar suas opções”. Por isso, agora temos mais uma aliada para aquela energia extra dentro de quadra.

Se você gostou desse texto, compartilhe conosco suas experiências nos comentários.

Veja o artigo original no site Squashistas
Instagram: @squashistas


Gostou? Compartilhe!


LIVES

logo ao vivo piscando